Provas do concurso da Câmara de Campina Grande são aplicadas para mais de 4,8 mil candidatos neste domingo (27)

Mais de 4.800 candidatos inscritos fazem neste domingo (27) as provas escritas do concurso da Câmara Municipal de Campina Grande (CMCG), que oferece 37 vagas para cargos de níveis fundamental, médio e técnico. As remunerações variam de R$ 954 a R$ 1.483,40.

A prova escrita vai ser aplicada em Campina Grande, no local especificado pela organizadora, que pode ser consultado pelo candidato aqui. Pela manhã, das 8h às 12h (horário local), acontecem as provas para cargos de nível fundamental. À tarde, das 14h30 às 18h30, acontecem as provas de nível médio.

A prova tem duração mínima de duas horas e máxima de quatro horas. Os candidatos que saírem antes das duas horas são automaticamente eliminados.

Para entrar na sala de provas, é preciso apresentar um documento de identidade original, com foto. Além disso, para fazer a prova, é preciso o candidato estar com caneta esferográfica de material transparente e tinta preta ou azul, lápis preto nº 2 e borracha.

Conforme o edital, as provas terão 40 questões, sendo todas objetivas, mais a elaboração de uma produção textual para os cargos de técnico legislativo I e assessor técnico legislativo I.

Somente serão corrigidas as produções textuais dos candidatos que obtiverem uma nota igual ou superior a 600 pontos e estiverem na margem de 10 vezes a quantidade de vagas oferecidas para o cargo.

A organizadora não fornecerá exemplares dos cadernos de questões mesmo após o encerramento do concurso. As questões da prova escrita, o gabarito provisório e o gabarito oficial vão ser divulgados no site da organizadora.

A prova prática para os cargos que exigem esta etapa, acontece no dia 08 de março. O resultado final do concurso está previsto para ser divulgado em 11 de abril.

Da Redação com G1 PB

Anúncios

Preço da passagem de ônibus de Campina Grande sobe para R$ 3,70 a partir deste domingo (27)

O valor da passagem de ônibus em Campina Grande vai aumentar 40 centavos, indo de R$3,30 para R$ 3,70 a partir deste domingo (27). A decisão foi tomada nesta sexta-feira (25) numa reunião do Conselho Municipal de Transporte. Houve tumulto durante a reunião, mas o reajuste foi aprovado.

O novo valor de R$3,70 é válido para pagamento da passagem em dinheiro. O passageiro que utilizar o cartão de passagem “Vale Bus Card” vai ter desconto e pagar R$3,60 por cada tarifa. A meia entrada para estudantes passa a custar R$1,85 com esse aumento.

A reunião estava marcada para acontecer na sede da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), mas foi transferida para a sede do Instituto de Previdência Municipal (IPSEM) de Campina Grande.


reuniao-conselho-de-transporte
Reunião do conselho de transporte aconteceu na sede do IPSEM, em Campina Grande — Foto: Astrogildo Pereira/STTP

Um grupo de estudantes realizaram um ato em protesto contra o aumento da passagem, em frente ao IPSEM. A intenção dos alunos era participar da reunião, mas o acesso não foi permitido. A princípio, parte da imprensa também foi impedida de entrar. A assessoria de imprensa da STTP alegou falta de condições para garantir segurança na reunião, caso o acesso fosse liberado.

Houve tumulto quando estudantes tentaram entrar no local da reunião, em Campina Grande — Foto: Jackson Rondineli/TV Paraíba

Entretanto, por volta das 17h40min (horário local), os estudantes conseguiram entrar na sede, onde acontecia a reunião. Depois disso, Félix Neto, superintendente da STTP, interrompeu a reunião e atendeu os alunos que conseguiram entrada no prédio. Cerca de 10 minutos após a entrada dos estudantes, a Polícia Militar chegou ao local para dar apoio a Guarda Municipal.

policia-reuniao-passagem
Polícia Militar chegou ao local após entrada de estudantes em reunião do conselho de transportes de Campina Grande — Foto: Jackson Rondineli/TV Paraíba

Após essa conversa, a reunião do conselho foi retomada e o reajuste foi aprovado. Entre as propostas apresentadas, a que tinha o maior valor pretendia aumentar a passagem para R$ 3,80. A menor proposta de aumento era para R$3,45.

A mudança no valor da passagem ocorre logo após o início do novo sistema de integração temporal, que agora pode ser feita através do próprio cartão de passagem. Antes, os passageiros precisavam pegar um ônibus até o Terminal de Integração para trocar de ônibus. Agora a troca pode ser feita em qualquer lugar da cidade, em até 60 minutos após o embarque no primeiro ônibus.

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com Artur Lira/G1PB

Veja imagens e a repercussão da tragédia em Brumadinho nas redes sociais

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com Guilherme Waltenberg e Ana Helena Paixão/Metrópoles

Barragem se rompe e lama invade Brumadinho, na Grande BH

O prefeito de Brumadinho (MG), Avimar de Melo (PV), afirmou em entrevista à GloboNews que já foram encontrados sete corpos entre os rejeitos da barragem que se rompeu na cidade mineira. A informação foi confirmada depois pelo Governo do Estado de Minas Gerais. Estima-se que a maioria das vítimas trabalhe para a Vale do Rio Doce, responsável pela barragem Mina Feijão. Segundo a companhia, no momento da tragédia, 300 funcionários estavam na unidade.

FERNANDO MORENO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Corpo de Bombeiros fala em 200 desaparecidos e, por volta das 21h desta sexta-feira (25), divulgou que 182 pessoas foram resgatadas com vida: a lista com os nomes está sendo divulgada pela corporação. Além dos bombeiros, a Defesa Civil do estado trabalha no atendimento às vítimas.

Bombeiros resgatam vítima da tragédia em Brumadinho

Ainda de acordo com a corporação, o Centro Social do Córrego do Feijão, nas proximidades de um campo de futebol, foi usado para montar a operação. O local está sendo utilizado como área de avaliação e triagem de vítimas para atendimento médico.

Segundo o governo mineiro, quase 100 bombeiros foram deslocados para a região e o efetivo será dobrado neste sábado (26). Seis aeronaves da corporação estão envolvidas nos resgates. De acordo com os bombeiros, “às 15h50, o rejeito atingiu o Rio Paraopeba”.

Por volta das 19h, o Hospital João XXXIII, de Belo Horizonte, atualizou o número de vítimas que deram entrada na unidade. Até o momento, cinco pessoas passam por avaliação médica e fazem exames: três mulheres (de 15, 22 e 43 anos) e dois homens (ambos de 55). O quadro é considerado estável e todos estão conscientes.

Trabalhadores
O secretário municipal de Meio Ambiente de Brumadinho, Daniel Hilário, disse ao Estadão/Broadcast Político que a mineradora Vale “não quer passar a relação dos funcionários que trabalhavam na área no momento em que a barragem se rompeu”. Hilário ainda falou que a empresa não quer dar a informação nem ao prefeito do município, Nenen da Asa (PV).

“Havia empregados na área administrativa, que foi atingida pelos rejeitos, indicando a possibilidade, ainda não confirmada, de vítimas. Parte da comunidade da Vila Ferteco também foi atingida”, alegou a companhia em comunicado à imprensa.

Segundo o presidente da Vale do Rio Doce, Fabio Schvartsman, quando a barragem rompeu havia 300 funcionários da empresa no local (veja localização abaixo).

ARTE/METRÓPOLES

Desastre
Era por volta das 13h desta sexta (25), quando a barragem Mina Feijão rompeu no município mineiro. O desastre espalhou lama pela cidade e fez alguns moradores deixarem as casas – os que residem na parte mais baixa da região. Equipes de bombeiros e da Defesa Civil foram mobilizadas para a área e estão em busca de vítimas. Tanto o governo federal quanto o local montaram gabinete de crise e deslocaram autoridades para a região. O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), e o governador de Minas, Romeu Zema (Novo), sobrevoarão a localidade da tragédia neste sábado.

A Prefeitura Municipal de Brumadinho chegou a clamar, por meio das redes sociais, que a população da cidade mantenha distância do Rio Paraopeba, um dos principais afluentes do Rio São Francisco.

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com Guilherme Waltenberg e Ana Helena Paixão/Metrópoles

Arqueólogos estariam perto de encontrar a tumba perdida de Cleópatra

Na última semana, alguns veículos internacionais anunciaram que a tumba dedicada a rainha egípcia Cleópatra e ao general romano Marco Antônio fora descoberta na região de Taposiris Magna, sítio arqueológico onde há um antigo templo construído há mais de 2,2 mil anos. Após uma análise mais cuidadosa, os pesquisadores disseram que era um alarme falso: o local exato onde as figuras históricas foram enterradas ainda não foi localizado, mas os arqueólogos acreditam que estão cada vez mais próximos da pista certa. 

Encontrar a tumba de Cleópatra e Marco Antônio teria uma importância arqueólogica tão grande quanto as descobertas dos túmulos dos antigos faraós egípcios. Última rainha da dinastia de Ptolomeu, Cleópatra governou o Egito entre 51 a.C e 30 a.C. Ela teve uma filha com Júlio César, o líder romano que fundamentou um dos impérios mais poderosos da História, e posteriormente manteve uma relação amorosa com Marco Antônio, um dos generais de César.

Ao realizar escavações na região de Taposiris Magna, os pesquisadores seguiram uma pista de 2009, quando arqueólogos encontraram diferentes moedas que retratavam Cleópatra e uma máscara que seria atribuída ao rosto de Marco Antônio. Após anos de trabalho, o local exato da tumba ainda não foi localizado, mas os especialistas acreditam que estão próximos de resolverem o mistério: conforme eles, a egípcia e o romano compartilharam uma mesma câmara mortuária. 

Em conferência científica realizada na cidade italiana de Palermo, o arqueólogo Zahi Hawass garantiu que os pesquisadores estão cada vez mais próximos da tumba. “Estamos na trilha certa das pistas”, confirmou. 

the_death_of_cleopatra_arthur
QUADRO QUE RETRATA A MORTE DE CLEÓPATRA (FOTO: DIVULGAÇÃO)

Celebrados na literatura e imortalizados em uma peça escrita por William Shakespeare, Cleópatra e Marco Antônio são considerados um dos casais mais famosos da História. Após a morte de Júlio César, em 44 a.C, a rainha egípcia manteve contatos com os líderes dos governantes de Roma e iniciou uma relação amorosa com Marco Antônio, que disputava a herança deixada por César. 

O general romano passou a viver em Alexandria e é provável que tenha se casado secretamente com Cleópatra (embora tivesse um matrimônio oficial com Otávia, irmã de seu rival Otávio). A crescente disputa pelo poder e o destino do nascente Império Romano motivou uma guerra civil: com o apoio de Cleópatra, Marco Antônio iniciou um conflito contra Otávio (que era sobrinho-neto de César)

Em 31 a.C, o general romano foi derrotado pelas tropas leais a Otávio na batalha naval de Áccio, na Grécia. Segundo os relatos históricos, o Egito foi invadido e Marco Antônio decidiu se suicidar após receber a notícia de que Cleópatra também havia tirado a própria vida. Na realidade, a monarca egípcia ainda estava viva e viu o seu amado morrer em seus braços. Posteriormente, Cleópatra deixou-se picar por uma cobra venenosa para não ser presa por Otávio, que se tornou o primeiro imperador romano. 

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com Revista Galileu e WIKIMEDIA COMMONS

Nicolás Maduro diz estar disposto a conversar com Juan Guaidó

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta última sexta-feira (25) estar disposto a encontrar com o presidente interino, Juan Guaidó, e demais líderes oposicionistas. Ele garantiu que está aberto ao diálogo e à negociação. Segundo Maduro, há um esforço da direita para derrubar seu governo de forma violenta.

Em entrevista coletiva, concedida no Palácio Miraflores, sede do governo, Maduro afirmou ser um “democrata” e “homem da palavra”.

“Se eu tiver que ir falar com ele [Juan Guaidó], eu estou pronto porque eu acredito na verdade, eu sou um democrata, eu sou um homem de palavra, espero que mais cedo ou mais tarde a oposição saia do caminho do extremismo e se abra ao diálogo sincero”, disse.

Há dois dias, Juan Guaidó se autoproclamou presidente interino da Venezuela. A iniciativa obteve apoio do Brasil, dos Estados Unidos, da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA), além de vários países individualmente.

O impasse na Venezuela permanece, pois Maduro não reconhece a legitimidade de Guaidó, agravando a crise política, econômica e humanitária no país.

Os Estados Unidos informaram que vão enviar US$ 20 milhões para ajudar a população.

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com AFP e Agência Brasil e informações da Telesur, emissora multiestatal de televisão com sede em Caracas

Justiça convoca eleitores da extinta 71ª Zona em CG para emissão de novo título

A Justiça Eleitoral da 16ª, sediada no município de Campina Grande, convoca eleitores da extinta 71ª Zona Eleitoral, para solicitar a emissão de novo título eleitoral.

Os eleitores pertencentes à extinta 71ª Zona Eleitoral, que ainda não solicitaram novo título, devem comparecer à Central de Atendimento ao Eleitor (CENATEL), localizado na Rua Rio Grande do Sul, S/N, bairro Liberdade, Campina Grande/PB, portando documento oficial com foto, comprovante de residência dos últimos três meses e o título de eleitor, se houver.

O eleitor que não comparecer terá o título eleitoral cancelado, consequentemente não votará nas próximas eleições de 2020, ficando impedido de tirar passaporte, CPF, tomar posse em concurso público, fazer empréstimos financeiros, bem como não receberá benefícios sociais como o Bolsa Família, entre outras sanções.

Confira a tabela com as novas etapas de convocação, contendo períodos de atendimento.

A Justiça Eleitoral pede ao eleitor interessado, que não deixe para última hora, o que causa filas indesejáveis.

Por Rafael Ribeiro/BlogdoRafaelRibeiro com Paraíbaonline

Tratamento indigno é dispensado a brasileiros que dependem de serviços públicos

Esta semana, o país viu o tratamento indigno dispensado a brasileiros que dependem de serviços públicos. Um professor cadeirante foi obrigado a se arrastar pelas escadas de uma agência do INSS, no Rio de Janeiro. Uma situação humilhante e desumana. O Fantástico mostra que episódios como esse estão longe de ser raridade.

Veja vídeo abaixo:

Por Rafael Ribeiro/BlogdoRafaelRibeiro com Fantástico

Corpo de João Gilberto será velado no Theatro Municipal do Rio nesta segunda (08)

O corpo de João Gilberto será velado nesta segunda-feira (08), das 9h às 14h, no Theatro Municipal do Rio, no Centro. A despedida será aberta ao público. O enterro será às 16h no cemitério Parque da Colina, em Niterói.

O músico morreu em casa, neste sábado (06), aos 88 anos. João Gilberto foi um dos criadores da bossa nova. Ele enfrentava problemas de saúde havia alguns anos.

No início da tarde deste domingo (07), a viúva de João, Maria do Céu Harris, de 55 anos, saiu do apartamento onde vivia com o músico por volta do meio-dia. Muito emocionada, ela não quis falar com a imprensa. O corpo do cantor havia sido levado do apartamento da família no Leblon, na Zona Sul do Rio, ainda durante a madrugada.

Bebel Gilberto, filha do músico João Gilberto, chegou ao Aeroporto Tom Jobim pouco depois do meio-dia deste domingo (07). A cantora estava em uma turnê nos Estados Unidos quando recebeu a notícia da morte do pai. Muito emocionada, ela abraçou um homem que a aguardava na área do desembarque. Chorando, Bebel pediu desculpas e disse que não estava em condições de falar.

Recluso, João foi interditado judicialmente pela filha no fim de 2017. A interdição motivou uma disputa familiar entre Bebel e João Marcelo, que são meios-irmãos.

Em nota divulgada na época, a advogada de Bebel disse que a intervenção foi motivada por problemas de saúde e complicações financeiras do cantor. Corpo de João Gilberto será velado nesta segunda (08), no Rio de Janeiro.

Pai da bossa nova

João Gilberto Prado Pereira de Oliveira concluiu em 1961 a trilogia de álbuns fundamentais que apresentaram a bossa nova ao mundo: “Chega de saudade” (1959), “O amor, o sorriso e a flor” (1960) e “João Gilberto” (1961).

O álbum que marcou o início do gênero em 1959, “Chega de saudade”, traz a música de mesmo nome composta por Tom Jobim (1927-1994) e Vinicius de Moraes (1913-1980).

A canção havia sido apresentada em um LP em abril de 1958 por Elizeth Cardoso (1920-1990), mas a versão mais conhecida, com a voz de João, foi lançada em agosto do mesmo ano.

João Gilberto nasceu em Juazeiro, na Bahia, em 10 de junho de 1931. O governo do estado declarou três dias de luto pela morte.

Depois de alguns anos morando em Aracaju (SE), onde passou a tocar na banda escolar, voltou à sua cidade-natal e, aos 14 anos, ganhou o primeiro violão do pai.

Depois da consagração, lançou criações próprias e seguiu com shows e discos que se tornaram obras de arte, como é o caso de “Amoroso”, álbum gravado nos Estados Unidos entre 1976 e 1977 sob o selo Warner Music.

O álbum foi relançado no Brasil em formato longo durante os festejos dos 60 anos da Bossa Nova. O álbum celebra o encontro harmonioso do artista brasileiro com o maestro alemão Claus Ogerman (1930 – 2016).

A produção de João foi objeto de uma disputa judicial em 2018. A defesa do cantor pedia uma revisão no valor de uma indenização da gravadora EMI Records, hoje controlada pela Universal Music. Em 2015, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) proibiu a empresa de vender os discos do artista sem seu consentimento. A Universal não comenta o caso.

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com Guilherme Ramalho e Narayanna Borges/GloboNews

Brasil vence por 3 a 1 e conquista sua nona Copa América

Como é bom estar em casa. E estar de volta. Em seu retorno ao local onde mais se sente à vontade e onde mais jogou, a seleção brasileira voltou a reinar na América. O Brasil venceu o Peru por 3 a 1 na tarde deste domingo (07), no Maracanã, e conquistou pela nona vez a Copa América. Mas sofreu. Jogou com um a menos em boa parte da segunda etapa, ao ter Gabriel Jesus expulso. O camisa 9 havia dado assistência e feito um dos gols. Everton e Richarlison fizeram os outros gols brasileiros e Guerrero, de pênalti, fez o gol peruano, o único sofrido pela Seleção na campanha.

NOVE VEZES BRASIL

Após 12 anos, a seleção brasileira conquista a Copa América. A equipe brasileira foi campeã pela nona vez e sempre venceu quando sediou o torneio (1919, 1922, 1949, 1989 e 2019). São seis conquistas nas últimas 13 edições. O Brasil é o terceiro maior vencedor do torneio, que tem o Uruguai no topo, com 15 títulos, e a Argentina em segundo, com 14. A próxima edição é já no ano que vem, na Argentina e na Colômbia.

DO CÉU AO INFERNO

Decisivo na semifinal contra a Argentina, Gabriel Jesus novamente foi destaque. Fez um grande primeiro tempo. O camisa 9 protagonizou uma excelente jogada ao dar assistência para o gol de Everton, que abriu o placar. Depois, desempatou o jogo para a Seleção, no final da primeira etapa. No entanto, aos 24 minutos do segundo tempo, em uma disputa no alto com Zambrano, levou o segundo amarelo e foi expulso. Revoltado, ele fez sinal de roubo, socou o banco de reservas e foi aos prantos nos corredores do Maracanã. Mas saiu como um dos principais jogadores da campanha vitoriosa da seleção brasileira. 

OS 90 MINUTOS

Esqueça aquela seleção peruana goleada na primeira fase. O time de Gareca acertou a marcação e tomou a iniciativa no Maracanã. Mas esbarrou na eficiência brasileira. Em sua primeira finalização, a Seleção abriu o placar com Everton, eleito melhor em campo, em chute de primeira após jogadaça de Gabriel Jesus. O Peru chegou ao empate em pênalti marcado e revisado no vídeo pela arbitragem. Guerrero converteu. Mas a alegria peruana durou pouco. No último lance da primeira etapa, Gabriel Jesus acertou belo chute da entrada da área e fez o segundo: 2 a 1.

O drama na segunda etapa foi ainda maior. Destaque no primeiro tempo, Gabriel Jesus foi expulso ao levar o segundo amarelo e deixou o Brasil com um a menos na reta final da decisão. Gareca não se intimidou. Lançou Ruidíaz, Andy Polo e Gonzáles para tentar o empate. Mas a Seleção se segurou. E desperdiçou chances no contra-ataque. No fim, Richarlison foi o responsável pelo ato final. Em sua redenção após sofrer com a caxumba e desfalcar o Brasil nas quartas de final, ele fez, de pênalti, o terceiro gol do Brasil: 3 a 1.

VAR EM AÇÃO

Após uma série de polêmicas ao longo da competição, a Copa América não poderia terminar sem o VAR. Ele esteve em ação duas vezes, para confirmar os dois pênaltis marcados. O primeiro, a favor do Peru, ao confirmar toque de mão em Thiago Silva na primeira etapa. O segundo, no final da partida, a favor da seleção brasileira, ao confirmar falta em Everton dentro da área.

O MAIOR CAMPEÃO DA HISTÓRIA

Daniel Alves ergueu seu 40º título da carreira, o primeiro como capitão da seleção brasileira. Ele é o jogador com mais conquistas na história do futebol. Foi a quarta vez que o lateral foi campeão pelo Brasil.

O MELHOR? O ARTILHEIRO? SÓ DEU BRASIL

Além de conquistar seu 40º título na carreira e ampliar a vantagem como maior vencedor da história do futebol, Daniel Alves foi eleito o melhor jogador da Copa América. O Brasil também ficou com o melhor goleiro, Alisson, e o artilheiro, Everton, que terminou a competição com três gols, ao lado de Guerrero. O jogador do Grêmio, no entanto, teve mais assistências e ficou com o troféu. 

CAPITÃO AMÉRICA

Tite conquista o seu primeiro título pela seleção brasileira e alcança um feito inédito: é o primeiro treinador a ser campeão de todos os torneios continentais na América do Sul. Ele tem as taças da Copa Sul-Americana (2008), pelo Internacional, Libertadores (2012) e Recopa (2013), pelo Corinthians, e, agora, a Copa América (2019) pela Seleção.

RENDA RECORDE

O futebol brasileiro tem um novo recorde de renda registrado. O público na final foi abaixo do estimado, com 58.584 pagantes, mas o valor arrecadado chegou a R$ 38.769.850,00, o maior já registrado e divulgado em uma partida de futebol no Brasil. 

Por Rafael Ribeiro/Blog do Rafael Ribeiro com GE


Elba Ramalho traz clássicos do forró em gravação de DVD no Maior São João do Mundo

O show da paraibana Elba Ramalho nesta véspera de São João (23) foi uma verdadeira coletânea em homenagem ao Rei do Baião, Luiz Gonzaga, e aos grandes sanfoneiros Dominguinhos e Flávio José. A cantora comemora 40 anos de carreira e trouxe para o Parque do Povo, em Campina Grande, um repertório para nenhum forrozeiro colocar defeito.

Elba subiu ao palco entoando a música “Paraíba, meu amor”, em homenagem ao seu estado de origem. Em seguida, por volta de meia-noite, cantou “Olha para o céu”, composição de Luiz Gonzaga. Paralelamente a isso, houve queima de fogos, que durou cerca de seis minutos, uma tradição da festa campinense.

Ao fim da canção, a cantora saudou o público e emocionou-se. “É uma alegria e satisfação estar nesse palco”, declarou, enquanto a plateia fazia um coro: “Elba, rainha”. Com os olhos cheios de lágrimas, a paraibana respondeu: “Vou me controlar para não chorar, pois já chorei muito hoje”, seguindo com clássicos dos compositores pernambucanos Accioly Neto e Flávio Leandro, como “Me diz amor” e “Mala e Cuia”, músicas que viraram sucesso na voz do paraibano, Flávio José.

Os clássicos “Você endoideceu meu coração”, “Forró Pesado” e é “Proibido Cochilar” completaram o repertório do grande arrasta-pé. A cantora, que é veterana das festas juninas na cidade, não hesitou e mostrou como se faz o puro São João. E isso Elba tem em comum com a Brahma, patrocinadora oficial do São João de Campina Grande. Com 131 anos de história e tradição, a cerveja busca enaltecer a cultura local e o que realmente importa nas festas juninas. 

“Eu estava com chikunguya, pensei que ia morrer, mas hoje estou aqui para gravar este DVD mesmo sem estar totalmente recuperada.  Pois tenho a maior alegria em apresentar essa festa linda para todo o mundo”, afirmou Elba.

Logo em seguida, a cantora convidou a amiga Zélia Duncan a subir ao palco. As duas cantaram juntas outro clássico de Luiz Gonzaga: “Vem Morena”. A segunda convidada da noite foi a filha do músico Dominguinhos, Liv Moraes. Quando as duas começaram com “Eu só quero um Xodó”, o público que estava no Quartel General do Forró fizeram coro.

Outro ponto alto do show para os campinenses foi a participação da cantora Agnes Nunes, natural da cidade. Com seus 17 anos, a garota fez o público chorar ao cantar “Chão de Giz” com Elba Ramalho. “Conheci Agnes por causa das minhas filhas. Ela ainda vai cantar em muitos palcos desse Brasil”, comentou Elba durante a apresentação.

O show também contou com o reggae de Toni Garrido e o pop de Rogério Flausino. Além de clássicos de suas carreiras, os dois cantaram juntos muito forró com Elba Ramalho. 
 
Para fechar a noite, a paraibana não deixou ninguém parado ao trazer o frevo “Banho de Cheiro”, outra marca registrada de sua carreira.

Por Rafael Ribeiro/BlogdoRafaelRibeiro com Assessoria